sábado, 17 de setembro de 2011

A Filosofia é difícil?

Esta é a primeira pergunta que muitos alunos do 10º ano fazem logo na aula de apresentação. A minha resposta é que a Filosofia é tão difícil quanto a Matemática ou a Biologia, a História, o Português e o Inglês; e que é tão fácil quanto a Matemática ou a Biologia, a História, o Português e o Inglês. Se um estudante estiver realmente interessado e decidido a aprender e a pensar de forma rigorosa, então a Filosofia não lhe irá ser penosa. Mas se não estiver particularmente interessado em se dar ao trabalho de aprender e de pensar cuidadosamente, então a Filosofia será, como qualquer outra disciplina, uma verdadeira dor de cabeça. Assim, o truque para que a Filosofia não se torne uma grande dor de cabeça é ter sempre a cabeça a trabalhar. 

A Filosofia, como muitas outras disciplinas, é a tentativa de resolver certo tipo de problemas ou, pelo menos, de os compreender melhor. Aqueles que não se sentirem motivados para enfrentar problemas e preferirem respostas prontas a usar, irão achar a disciplina difícil. Os que não desistem à primeira quando encontram pela frente problemas que os façam pensar, sentir-se-ão em casa e irão pensar que a Filosofia é muito estimulante.

16 comentários:

  1. Não conheço o actual currículo de filosofia enquanto disciplina do ensino secundário. Mas, com base na minha experiência, o currículo peca pela sua simplicidade e consequente facilidade. Mas mesmo esse pequeno esforço que é exigido aos alunos é demasiado -- a disciplina tem uma fama terrível, e demasiados docentes ineptos. A inépcia de alguns docentes torna o caminho através da filosofia ainda mais tortuoso, uma vez que as questões filosóficas não possuem a pseudo-finalidade das matemáticas ou da química.

    Mas mais ineptos são os alunos -- não por sua culpa. Os alunos provêm de uma formação que não os prepara minimamente para as questões às quais serão introduzidos, e que apesar dos esforços do professor de filosofia, estes continuarão a operar com base no decorar dos textos/lições ou com base no senso comum.

    Claro que em ambos os casos temos a regra e as suas muitas excepções.

    Esta é uma disciplina necessária. É uma disciplina que apesar de introduzida no momento certo, é introduzida numa ausência de contínuo intelectual que assusta o aluno. Ou seja, é preciso fazer um trabalho de preparação intelectual do aluno ainda no ensino básico, para que ele possa apreciar as possibilidades da disciplina. Afinal, a disciplina de Filosofia é a que mais potencial tem para formar cidadãos capazes de integrar uma sociedade consciente e desperta -- algo do qual precisamos urgentemente.

    ResponderEliminar
  2. Caro Flávio, o programa de Filosofia do secundário poderia ser muito melhor, sem dúvida. Mas o seu principal problema não é tanto a simplicidade, mas sobretudo a sua vagueza e imprecisão, além da tendência para a sociologia barata. É, mesmo assim, possível fazer algum bom trabalho com ele.

    ResponderEliminar
  3. Antes de mais quero desejar um grande ano para todos os colaboradores desde blog e especialmente para o professor Aires Almeida.

    A todos os alunos do 10º ano, que nunca tiveram filosofia antes, queria desde já dizer-vos que a filosofia é uma disciplina muito interessante quando estudada com gosto.
    Eu enquanto aluno gostei particularmente
    As aulas de filosofia não têm de ser "aquela monotonia" que vocês estão habituados.
    Sejam criativos, dêem ideias aos vossos professores.
    Fiquem desde já a saber que eu enquanto aluno de Filosofia tive uma aula intercontinental com outros dos autores do nosso manual, parece mesmo muito à frente.
    E utilizem o blog como uma ferramenta escolar, um suporte que vos pode esclarecer a qualquer hora, usufruam dele da melhor maneira possível.
    Abraços e força companheiros
    =D

    ResponderEliminar
  4. Boas recomendações, essas, Ana e Pedro. Um bom ano lectivo para vocês também. Vou ter saudades vossas. Apareçam sempre.

    ResponderEliminar
  5. Professor este site está muito bom, tem conteúdos interessantes, antes de tudo sou novo nesta escola estou a gostar bastante de ter filosofia com o professor Aires Almeida, é um professor que lança a dúvida, e que só quando temos a certeza é que o professor confirma, eu ainda estou a refrescar as ideias do concreto e abstrato, mas espero que este ano corra tudo bem e que eu tenho uma boa nota a filosofia....

    ResponderEliminar
  6. Obrigado, Rúben. Este blogue também é vosso. Espero que os alunos deixem aqui muitos comentários, perguntas, dúvidas, etc.

    ResponderEliminar
  7. o mais sábio é aquele que sabe que não sabe

    ResponderEliminar
  8. " Filosofar é aprender a morrer. " M. T. Cicero

    ResponderEliminar
  9. "Acredito cada vez mais que não se deve julgar o bom Deus por este mundo, pois foi um estudo dele que saiu errado." Vincent Van G.

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde professor, sou o Pedro Bastos do 10ºL.
    Queria deixar aqui uma pergunta:

    Um homem vai a um cabeleireiro e diz ao cabeleireiro:
    -Bom dia, quero que me corte o cabelo, mas não quero o cabelo cortado.

    O que é que ele quer dizer com isto? E o que é que o cabeleireiro faz?

    ResponderEliminar
  11. Pedro, não sei bem o que o homem quer exactamente nem o que o cabeleireiro faz. Não seria melhor perguntar-lhes? Talvez o homem queira apenas aparar um pouco o cabelo sem ficar com ele muito curto.

    Se a ideia é que há aqui um problema filosófico, acho que não.

    ResponderEliminar
  12. O homem quer que lhe corte o cabelo mas o cabelo que caiu e que foi cortado não o quer xP.

    ResponderEliminar
  13. Eu também concordo que não é um problema filosófico, mas era apenas uma curiosidade, espero que não haja problema em ter perguntado...

    ResponderEliminar
  14. Ah, sim, é uma espécie de adivinha que joga com as palavras. É engraçado, sim.

    Não há qualquer problema, Pedro. Caramba, também não somos assim tão sisudos.

    Volte sempre.

    ResponderEliminar
  15. Alguns alunos do 10º ano acham que Filosofia é difícil porque talvez alguns os professores ou disciplinas não os confrontam de forma a fazê-los pensar , como o professor diz ainda vêm com uma ''vista grossa'' sobre vários assuntos.
    Apesar de a Filosofia me ter deixado um pouco mais crítico desde o ano passado,espero que este ano a Filosofia traga tanto a mim como aos meus colegas uma perspectiva mais crítica sobre os assuntos filosóficos e sobre os assuntos actuais

    João Fernandes 10ºQ

    ResponderEliminar