quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Conhecimento

Quais das seguintes afirmações são falsas e porquê?

1. Todo o conhecimento é crença.

2. Toda a crença é conhecimento.

3. É possível saber que P e não acreditar que P.

4. É possível acreditar justificadamente que P e não saber que P.

5. Toda a crença verdadeira é conhecimento.

6. É possível saber que P, e P ser falso.

7. Algumas crenças verdadeiras justificadas são conhecimento.

8. Todas as crenças verdadeiras justificadas são conhecimento.

9. Todo o conhecimento é crença verdadeira justificada.

10. Se alguém sabe que P, então sabe que sabe que P.

2 comentários:

  1. Das seguintes afirmações as que são falsas são as seguintes:

    2. Toda a crença é conhecimento.
    Não, a crença é uma condição necessária para o conhecimento mas não é uma condição suficiente para o conhecimento.
    As pessoas podem acreditar em coisas que não podem saber, como as falsidades.
    Exemplo: Uma pessoa pode acreditar que existem extraterrestres, mas não pode saber que existem extraterrestres.

    3. É possível saber que P e não acreditar que P
    Para saber/ter o conhecimento de algo é preciso acreditar/crer.
    Exemplo: É possível saber que o céu é azul e não acreditar que o céu é azul.
    Este exemplo demonstra uma contradição.

    5. Toda a crença verdadeira é conhecimento.
    Para haver conhecimento, aquilo em que acreditamos (crença) tem de ser verdade, mas podemos acreditar em coisas verdadeiras sem saber realmente que são verdadeiras, logo nem todas as crenças verdadeiras são conhecimento.
    Exemplo: O facto de a crença da Lurdes de que vai passar de ano ser verdadeira não se segue que ela saiba realmente que vai passar de ano.

    6. É possível saber que P, e P ser falso.
    Exemplo: É possivel saber que a relva é verde, e a relva é verde ser falso.

    8. Todas as crenças verdadeiras justificadas são conhecimento.
    Falso, basta mostrar um exemplo de uma crença verdadeira, justificada que não é conhecimento, um exemplo bastante típico e que já é nosso conhecido é o de Edmund Gettier, ou outro mas simples e prático que é o seguinte:
    (Reformulado)
    A Lurdes vai a passar de bicicleta por uma quinta e vê perto de um pinheiro o que lhe parece ser uma ovelha.
    A Lurdes passar acreditar que há ovelhas naquela quinta, e tem boas razões para acreditar nisso.
    Imagine-se que de facto a quinta tem ovelhas, logo a Lurdes tem uma crença verdadeira justificada de que há ovelhas na quinta.
    Agora imagine-se, de facto que o que a Lurdes tinha vista era nada mais nada menos que um lobo, que ao longe mais parecia uma ovelha.
    A Lurdes continua a ter justificação para acreditar que há ovelhas na quinta, pois ao ver aquilo que lhe pareceu uma ovelha, tem boas razões para creditar que há ovelhas na quinta.
    Só que afinal o que a Lurdes viu não é de facto uma ovelha mas sim um lobo pelo que é mera sorte que a sua crença é verdadeira.

    9.Todo o conhecimento é crença verdadeira justificada.
    Com ajuda do exemplo dado na questão 8 é possível justificar esta questão dado que é possível ter crenças verdadeiras justificadas que não são conhecimento, ou seja a crença verdadeira justificada não é condição suficiente para o conhecimento o que torna esta afirmação falsa.
    Uma crença que só é verdadeira por sorte não pode ser conhecimento.


    Ana&Pedro nº 2 e 18 do 11º B

    ResponderEliminar
  2. 2 é falso porque a crença não é uma condição suficiente para o conhecimento. Podemos acreditar em algo e essa não existir. Por exemplo: pode-se acreditar que existem bruxas mas não quer dizer que estas existam na realidade

    3 é falso pois não é possível saber que existe e não acreditar nela, pois estaria a contrariar a primeira afirmação. Por exemplo: Eu sei que a chuva existe mas não acredito que a chuva existe.
    5 é falso pois pode-se acreditar em coisas que não são verdadeiras e assim nem todas as crenças verdadeiras são necessariamente conhecimento. Por exemplo: nós conhecemos que a Terra é redonda se e só se a Terra for realmente redonda é que nós acreditarmos que a Terra é redonda.
    6 é falso porque é factivo ou seja não se pode conhecer falsidade. Por exemplo: O Mário viu uma ave, mas não quer dizer que a ave exista.
    8 é falso porque nem todas as crenças justificadas são conhecimento. Por exemplo: você conhece uma vaca sendo castanha se e só se aceitar que a vaca é castanha, ser castanho ser um justificação para ser uma vaca e ser castanho ser verdadeiro.

    9 é falso porque ser crença verdadeira justificada não é condição necessária para ser conhecimento.

    ResponderEliminar