quarta-feira, 22 de maio de 2019

Ética no quotidiano

Mais um livro da colecção Filosofia Aberta, acabado de sair. Creio que até os alunos do secundário irão gostar, se experimentarem...


A filosofia precisa de chegar a toda as pessoas e não apenas a quem já está suficientemente motivado para o seu estudo. Precisa também de mostrar por que razão ela pode ser útil na vida de cada um. Esse é o principal objectivo deste livro, algo diferente dos livros anteriores desta colecção. Isso fica imediatamente patente no modo como o autor se dirige ao leitor, na sua linguagem acessível, despretensiosa e quase coloquial, na sua estrutura e no constante recurso a casos práticos reais.  

A nossa vida quotidiana coloca-nos mais problemas filosóficos do que geralmente supomos. Mesmo quem está convencido que a filosofia nada mais tem para nos oferecer além de uma mão cheia de teorias incompatíveis entre si acaba por ter de tomar decisões filosóficas, sejam elas bem fundamentadas ou não. A ética é precisamente uma das áreas filosóficas mais fortemente envolvidas em muitas das nossas decisões quotidianas e este livro oferece-nos uma espécie de guia que, aliando a teoria à prática, nos ajuda não tanto a decidir o que fazer em cada situação concreta, mas antes a compreender as diferentes maneiras de decidir.  

Apesar do carácter elementar desta obra, as ideias filosóficas são aqui apresentadas com rigor. Assim, as principais teorias éticas — o contratualismo inspirado em Hobbes, a ética kantiana, o utilitarismo de Bentham e Mill, e a ética das virtudes inspirada em Aristóteles — são brevemente expostas e discutidas, mas sem recurso a caricaturas. E as suas implicações práticas são depois postas à prova a propósito da amizade, do amor romântico, do casamento, da parentalidade, dos negócios, do consumo, do ambiente e da tecnologia. É um livro para todos, sobretudo imprescindível a alunos e professores, tanto de Filosofia como de Cidadania. 

Sem comentários:

Enviar um comentário